Os meus poemas... «A poesia/ O poema/ O teorema/ Da fantasia» Simão
Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2006
«Ergui o silêncio»

 

I

Ergui o silêncio
Sólido
Muro
De pedra construído


Fitei o silêncio
O muro
A construção

II

Quebrei o silêncio
Frágil
Cristal
Em estilhaços


Fitei o nada
O cristal
Os pedaços

 

Escrito por Simão


publicado por Simão às 16:06
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Bia a 22 de Dezembro de 2006 às 21:53
Olá!!!
Desejo-te um Natal muito feliz passado em família.


De amita a 23 de Dezembro de 2006 às 22:56
Lindo, o teu poema.
Que um suave aroma espalhe alegria e ternura neste Natal.
Que 2007 te traga muito amor, Paz e doces sorrisos.
Um bjinho grande


De LFMarques a 24 de Dezembro de 2006 às 17:43
Um Feliz Natal e um 2007 com muita criatividade, são os meus mais sinceros votos...


De conchitamachado a 6 de Janeiro de 2007 às 23:43
Amei seu Poema !...

Ano 2007 Feliz. Com Paz, Amor, Saúde
Beijinho


Comentar post

mais sobre mim

Salvador Dali

--------------------------------------------


Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


posts recentes

Boas Festas

Boa Páscoa

Boas Festas

"Escrevo no silêncio"

"Os melhores amigos do mu...

"Duro é o silêncio"

"Sou um inventor de cenár...

«Sou o eterno viajante»

Bom Natal

"Quisera..."

Feliz dia,mãe

25 de Abril

"Páscoa Feliz"

"Os poemas que sonhei"

"Sonhador"

«Ergui o silêncio»

«No comboio do Luau...»

"Aqui"

"Eis-me aqui"

"Versos meus"

"Oficina semente"

"Sonho"

"Atenção! Perigo iminente...

arquivos

Dezembro 2010

Abril 2010

Dezembro 2009

Julho 2009

Maio 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

pesquisar
 

"AMIGOS QUE ME VISITAM "

"BLOGS AMIGOS"

A luz do Voo

Branco e Preto I

Ecos do Tempo

Menina do Mar

Rotação dos Tempos

Canto da Conchita

...

subscrever feeds